Archive for Abril 2014

VOLTANDO AO PRIMEIRO AMOR


Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

Apocalipse 2:4

Quem é que não se lembra do dia maravilhoso de sua conversão ao evangelho? É bem verdade que todo mundo tem anotado na agenda do coração, o dia em que por obra do Espírito Santo de Deus, teve um encontro real com Jesus Cristo. (João 16:8) Este dia se solidifica em nossa memória, pois encontrar-se de verdade com Cristo é um verdadeiro e irreversível divisor de águas na vida de qualquer pessoa, digo isto, pois considero a experiência de conversão ao verdadeiro evangelho, irreversível, não há como encontrar-se com Cristo e continuar sendo a mesma pessoa. (2 Coríntios 5:17)
Sempre que nos propomos a pensar sobre a nossa conversão, uma reflexão inevitável nos é apresentada: Como éramos no inicio de nossa caminhada, quando ainda éramos ‘novos convertidos’? A maioria de nós responderá sem titubear: ‘’Ah! Eu era uma benção, muito atuante na igreja, um fervoroso pregador e auxiliador na obra, e não havia em meu coração, desejo maior do que o de estar na presença do Senhor!’’ Pergunto-me, porque será que mudamos tanto com o passar dos anos em nossa caminhada com Cristo?
Não consigo compreender como o desânimo possa contagiar a um alguém que se diz cristão, quando  Cristo mesmo nos alertou que sofreríamos tribulações, que muitas seriam as investidas contra a nossa persistência na fé, mas que tivéssemos ânimo, pois Ele venceu, e assim como Ele venceu, nós também venceremos. (João 16:33)
Penso que parte da origem deste desânimo, esteja na nossa condição humana, mesmo sendo seguidores de Jesus Cristo, somos homens e estamos cheios de humanidade, e esta humanidade faz-nos diminuir o passo, faz-nos mergulhar no oceano do conformismo, e a cada dia que se passa estamos cada vez mais sutilmente distantes de Deus. Outro fator, que a meu ver, também contribui fortemente para a descaracterização do que outrora éramos em Cristo em nossos primeiros momentos com o Evangelho, é a nossa negligência quanto a hábitos extremamente importantes para a nossa caminhada e relacionamento com Cristo, tais como a manutenção de uma rotina de leitura e meditação da Palavra (João 5:39) e de oração. (1 Tessalonicenses 5:17) Uma vida cristã distante de Cristo é fadada ao pleno fracasso, é preciso relacionar-se com o Senhor, é preciso renunciar a cada dia, por amor à sua Palavra.

Lembremo-nos dos dias do primeiro amor, de como estávamos efusivos e extremamente alegres ao vislumbrar a nova vida, a nós possível em Jesus Cristo. Que possamos retornar ainda no dia de hoje às primeiras obras, que possamos encontrar novamente o mesmo entusiasmo em servir ao Senhor que tivemos outrora. Esta é a minha oração, que prossigamos firmes e CONSTANTES em nossa peregrinação (Hebreus 11:13-16) aqui nesta terra, objetivando o nosso alvo que é Cristo Jesus!  (Filipenses 3:14)



Posted in | Leave a comment

VOLTANDO ÀS ESCRITURAS!





“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;

2 Timóteo 4:3


Prosseguir pelo caminho proposto por Jesus Cristo, realmente é uma tarefa suportada por poucos, por muito poucos. Vivemos em um tempo onde as pessoas não querem mais sofrer pela causa do Reino de Deus, e para estarem sempre felizes e confortáveis, ao menos em seus próprios conceitos, se agarram a filosofias alternativas de vida, doutrinas e ensinamentos perigosos, que facilitam o caminho até o ‘estar feliz’, ao menos que momentaneamente.
 O problema é que temos cada vez mais pessoas, literalmente fugindo dos princípios do Evangelho Bíblico, distorcendo as palavras de Cristo, apregoando ideais totalmente equivocados, e uma nuvem de líderes que ao invés de se estabelecerem como pontes para o povo de Deus, estão se tornando abismos, levando multidões a mergulhar no oceano gélido e mortífero da secularidade.
A Igreja de Cristo aqui na terra tem passado por um de seus momentos mais difíceis nos últimos séculos, o materialismo e a incursão dos interesses capitalistas, aliado a nossa cruel tendência imediatista, têm se tornando o tema central do discurso em várias de nossas congregações, que pregam cada vez mais um Cristianismo que alimenta o nosso ego, um Cristianismo apenas para esta vida. É hora de se voltar ao Evangelho, à centralidade das Escrituras, é o momento de se transmitir apenas o que Jesus realmente disse, sem distorções, sem “arrumadinhos”, sem os nossos retoques.
 Que sejamos os reformadores deste século, levando a mensagem da verdade com palavras, porém, prioritariamente com a nossa vida, para que muitos entendam que viver com Cristo, não é viver sem sofrimento (João 16:33), viver com Cristo é ter sim tribulações, adversidades, contrariedades, porém ultrapassá-las, com o favor e o auxílio glorioso do Senhor, mediante a sua soberana vontade, pois não há nada mais maravilhoso, do que sofrer e renunciar a este mundo, pela causa do verdadeiro Evangelho (2 Timóteo 2:3), não há nada mais gratificante, do que trilhar o caminho traçado por Cristo, caminho este que nos levará à Salvação, à vitória eterna. Carlos Magno R. Leal  



Posted in | 1 Comment

JESUS VEM! TEMOS O ESPERADO?


E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

João 14:3

Já percebeu o quanto estamos despercebidos quanto à segunda vinda de Cristo? Parece até que já demorou de mais, e nós simplesmente desistimos de esperar pelo o retorno glorioso do Senhor. Vivemos cada vez mais o Cristianismo do imediatismo, um cristianismo cada vez menos cristão, poucas são as ministrações voltadas para a necessidade de se viver uma vida santa e reta diante de Deus, trocamos as mansões celestiais e a Salvação Eterna a nós garantida em Cristo, pelas quinquilharias deste século.
Parece-me que a maioria de nós esqueceu-se do verdadeiro evangelho, ou pior, tem se afastado propositalmente dele, por não ser a sua proposta interessante, afinal de contas, quem quer viver uma vida de renúncia constante, uma vida voltada para as Escrituras, de valoração e cumprimento dos princípios estabelecidos por Deus, uma vida de espera diária por Jesus Cristo? Um cristão para mim é alguém que espera por Jesus Cristo todos os dias, e tem em seu coração uma indestrutível esperança de que um dia estará para sempre com o Senhor nas mansões celestiais.
Há quem diga: “- Jesus está demorando de mais!” “-Jesus não virá mais!” – Falam assim por terem deixado se inundar com as aspirações deste mundo. Mas, e se Jesus voltar para você hoje? Se a morte bater a sua porta ainda hoje? Meu objetivo não é te assustar ou te levar obrigatoriamente a uma mudança radical de vida, não te trago nada de novo, pois uma das poucas certezas que temos na vida, é a de que um dia nos ausentaremos para sempre. Quero apenas te alertar para a necessidade da manutenção de um relacionamento diário com o Senhor Jesus, não por medo da morte, mas porque detestamos a ideia de viver uma eternidade distante dele.
Jesus nos prometeu, Ele certamente voltará, portanto não transforme suas conquistas terrenas, nas maiores prioridades da sua vida, para de viver como se nunca fosse morrer. Viva pelo o que realmente vale a pena, viva pelo o que realmente é vida! Já nos foi dito, buscai o Reino dos Céus e as demais coisas vos serão acrescentadas (Lucas 12:31) , que vivamos mais esta verdade, que o nosso coração, nossas motivações estejam no Senhor e para a glória do Senhor, pois quando vivemos em Cristo verdadeiramente, não há nada neste mundo que nos atraia, que nos encante mais do que a esperança de um dia ver a Jesus Cristo retornando em poder e muita glória(Mateus 24:30), cortando os ceús, nos levando para estar com Ele para sempre na Jerusalém Celestial! Carlos Magno R. Leal  

Posted in | 3 Comments

DEUS, O MAIS IMPORTANTE


            Já percebeu como é fácil perdemos o foco, quando o assunto em questão é o nosso relacionamento com Deus? É incrível como qualquer coisa parece ser mais empolgante e interessante, e como na grande maioria das vezes associamos nossos momentos mais prazerosos às atividades que não nos edificam espiritualmente. 
     Se as questões espirituais, se a preocupação e compromisso com Deus e o crescimento do seu Reino, e a possibilidade da manutenção de uma comunhão mais intima com Jesus Cristo, tem perdido o seu valor frente a outras opções de sua vida, há alguma coisa errada. 
                        O seu relacionamento com Deus, tem de ser o mais importante, o que você mais deve preservar e ansiar, não por imposição, ou por simplesmente você se intitular seguidor de Cristo, mas porque de fato, você o ama. Apenas quando o Senhor Jesus Cristo, for a pessoa mais importante de sua vida, apenas quando você o amar, até mais do que a si mesmo, você poderá vivenciar toda a plenitude da proposta de seu Santo Evangelho, um evangelho que sara a nossa vida, nos enche de felicidade todos os dias e nos garante uma morada eterna no céu. 


Posted in | 1 Comment
Carlos Magno Roque Leal . Tecnologia do Blogger.

Search

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.