Archive for Março 2014

RENÚNCIA: UMA DOLOROSA, PORÉM GLORIOSA CAMINHADA


Vivemos em tempos extremamente secularizados e infectados por uma nova forma de ouvir e de servir a Jesus Cristo, a cada esquina é possível encontrar um discurso cada vez mais próximo de nossos interesses pessoais, e proporcionalmente mais equidistantes das primícias do genuíno Evangelho. É necessário estar atento, é indispensável a prática de uma constante reflexão: Que tipo de Cristão eu sou? O que realmente é importante para mim? O que eu tenho renunciado?
Sei que o evangelho da renúncia, da atenção inquestionável a opinião de Deus e a incessante busca pelo desejo auspicioso pelo crescimento de seu Reino, antes de minhas próprias convicções e ideais, não enche templos grandiosos, não atrai a atenção da mídia e muito menos volumosas ofertas, mas é exatamente este o Evangelho proposto por Cristo, e é este, apenas este Evangelho, que te levará ao céu, que te proporcionará a salvação. Ame a Deus acima de todas as coisas, não pelo o que Ele pode te oferecer, mas sim pelo o que Ele é, valorize de fato as palavras de Jesus Cristo, (não apenas as admire!) observando os seus ensinamentos, mesmo que isso te leve por vezes a caminhos de solidão e a profundos questionamentos. Que o Espirito Santo de Deus nos auxilie e nos dê forças para esta, que sem dúvidas é uma dolorosa caminhada, porém gloriosa e que nos leva sem escalas rumo a Sião! Carlos Magno R. Leal  


Posted in | 3 Comments

SUTILMENTE DISTANTES DE DEUS



      Há quem diga que só estamos distantes de Deus, quando apresentamos graves e notórios sintomas, tais como, se entregar aos vícios e paixões desta vida, porém os primeiros passos para o distanciamento dos caminhos do Evangelho, são bem mais sutis e secretos, os primeiros passos rumo à ausência e distanciamento do propósito divino para a nossa vida, são dados dentro de nosso coração. Não há quem decline espiritualmente instantaneamente, é um processo lento e muitas vezes a nós mesmos, praticamente imperceptível.         Existem leves indícios de falhas em nosso relacionamento com Jesus Cristo, que na maioria das vezes ignoramos. Levamos uma vida de pouca ou quase nenhuma oração, relaxamos em nossas idas a igreja, a leitura bíblica e meditação nas Santas Escrituras são inexistentes, estes são leves, porém fortes características de um alguém que está esfriando em seu relacionamento com Deus.
      A comunhão com Deus é um processo contínuo e  permanente, não dá para ‘tirar férias’ de Deus, precisamos estar sempre conectados e “plugados” no Espirito Santo, para que não habitemos uma perigosa zona de conforto, que com o passar dos dias inevitavelmente nos levará para longe da presença de Cristo em nossa vida. A oração é o alimento, o combustível de nossa convivência com Deus, pois sem diálogo não existe relacionamento, e sem relacionamento não existe sentimento, não existe comunhão, não existe amor. Carlos Magno R. Leal 

Posted in | Leave a comment
Carlos Magno Roque Leal . Tecnologia do Blogger.

Search

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.